domingo, 11 de julho de 2010

seja livre, e voe!

Não eu não acho justo.. tu tens a liberdade e gosta dela, não seria justo de minha parte tirar ela de você.. Vejo as fotos, seu sorriso estampado no rosto e sempre rodeado de aventuras com seus amigos, talvez seja coisa da minha cabeça, mas não queria te prender, livre tu me pareces ser tão feliz. Me dá um maldito nó na garganta em pensar estar abrindo mão de nós mas não posso pensar só em mim. Falta? Sim eu sinto falta, e essa é imensa. Falta dos abraços, risos, filmes, noites e de cantar a canção das estrelas. Mal posso falar em estrelas.. elas me lembram e muito você. Me perdoe, talvez agindo assim e fazendo ser assim eu esteja nos machucando mais e te ferindo mais, mas queria que soubesse que não o faço por mal. Príncipe do meu conto, lindo pássaro sem moradia concreta. Queria eu ser seu ninho, mas teu sobre nome é liberdade..

5 comentários:

Gabi Rodrigues ~* disse...

Ai que lindoooo*-*
Simplesmente amei, esse é o verdadeiro amor, deixar o outro livre, saber a hora de jogar a toalha, só pra ver o outro feliz mesmo que não seja ao seu lado!

Bjo Cynd;**

Sabri disse...

[aaaaaaaaaaa] amei, amei mesmo! Muito lindo. Ver quem a gente ama feliz é o que mais importa, seja como for!
Amo cada vez mais o blog de vocês!

meus instantes e momentos disse...

que lindo texto.
Parabens pelo blog. Muito bom.
Maurizio

Bia disse...

Caramba , ficou perfeito .
A foto e o texto parecem feitos um pro outro , suas palavras foram maravilhosas , expressaram tudo , muito bom mesmo :D
Beijos :*

Isaah disse...

Lindo, mas triste.
Por mais que doa para alguém, ela tem que aceitar a pessoa como ela é.. :)

Abraço :*